Menu Mobile

A casa da cidadania

19 de novembro de 2020 - GUSTAVO FREIRE

Dezoito de novembro de 1930. Criação da Ordem dos Advogados do Brasil por ato de Vargas. Muito mais que um órgão de classe, muito além de um cartório de registro profissional. Muito mais que uma sigla.

Independência. Autonomia. Auto governança. Pluralidade de ideias. Colegialidade. Coragem. Transparência. Coerência. Obra coletiva. Filha da esperança. Incansável farol. Essas são as palavras e expressões que mais proximamente definem o significado da Ordem no desenho republicano, e que a tornam sui generis, não a inserindo na estrutura estatal, sequer como autarquia de regime especial, contrariamente ao que alguns desavisados parecem acreditar.

Em momentos de normalidade democrática e noutros tantos de tensionamento e até de ruptura de seu tecido, a OAB lá esteve a defender a liberdade, contra as soluções populistas recobertas do melaço autoritário, que sempre atrai os maribondos da corrupção. Nunca se acovardou. Nunca se dobrou. Nunca se deixou intimidar.

De Levi Carneiro a Raymundo Faoro, de José Cavalcanti Neves (único pernambucano) a Felipe Santa Cruz, de Eduardo Seabra Fagundes a Marcus Vinicius Furtado Coêlho, de Marcelo Lavenère a Cézar Britto, de Bernardo Cabral a Cláudio Lamachia, a OAB tem tido líderes de têmpera e convicções inabaláveis, oriundos de todos os rincões do continente nacional, revolucionários cada qual a seu tempo e seu modo, e que têm se sucedido em sua cabine de pilotagem, guiando-a nos céus da história.

Quando, nas redes sociais da internet, nesses tempos tormentosos, vê-se a OAB ser xingada, afrontada, até desmerecida, que isso não sirva de desânimo, mas de incentivo para continuar em frente, deixando que a caravana passe, enquanto os cães ladram.

Viva a OAB e que muitos outros noventa anos a contemplem na linha do horizonte.

Autor(es):

Curriculum:

Formado em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), pós-graduado (lato senso/Especialização) pela Faculdade de Direito do Recife da Universidade Federal de Pernambuco. Conselheiro Seccional da OAB/PE pela quinta vez. Atualmente exerce na Seccional pernambucana os cargos de Vice-Presidente do Tribunal de Ética e Disciplina e Presidente da Comissão de Seleção e Inscrição. No Conselho Federal, é Secretário Geral da Comissão de Exame de Ordem (CNEOR). e Membro Efetivo da Comissão de Defesa da República e da Democracia (CNDRD).

REVISTA DA OAB

Assine a revista da OAB

Valor: R$ 20,00
Informações: (61) 2193-9741

Sumário das últimas edições

Revista da OAB - número 88
Revista da OAB - número 87
Revista da OAB - número 86
Revista da OAB - número 85
Revista da OAB - número 84

Contribuição doutrinária

Advogados e demais operadores do direito podem colaborar enviando artigos que abordem temas do direito e ciências afins e que envolvam as finalidades institucionais da entidade e da atividade da profissão de advogado. Os interessados devem encaminhar os artigos para biblioteca@oab.org.br

Normas para colaboração doutrinária à Revista da OAB

Recomendar

Relatar erro

O objetivo desta funcionalidade e de reportar um defeito de funcionamento a equipe técnica de tecnologia da OAB, para tal preencha o formulário abaixo.

Máximo 1000 caracteres