topo
ferramentas Clique aqui para traduzir para LIBRAS o texto selecionado. Clique aqui para falar o texto selecionado. Clique aqui para enviar essa pagina a um amigo. Clique aqui para compartilhar pelo twitter. Clique aqui para compartilhar pelo Facebook. Clique aqui para compartilhar pelo Google Plus. Clique aqui para fechar esse menu.

Pernambucana presa no Texas terá apoio da OAB-PE

Recife (PE) - Familiares da pernambucana Karla Janine Albuquerque, presa no Texas (EUA), estiveram com o presidente da OAB-PE, Pedro Henrique Reynaldo Alves, na tarde da segunda-feira, dia 27. Karla é acusada de sequestrar a própria filha, a menor Amy, quando tentava fugir do ex-marido, o norte-americano Patrick Joseph Galvin. A família de Karla alega que o mesmo teria abusado da criança e já tem registro na polícia dos Estados Unidos como sex offender.

No encontro com o presidente, a mãe de Karla, a advogada e defensora pública aposentada, Kátia Sarmento, solicitou que a OAB interceda junto ao Itamaraty, no caso. Pedro Henrique se comprometeu não só em fazer a ponte da família com o Ministério de Relações Exteriores e os órgãos americanos envolvidos, como também trabalhar na federalização do caso, buscando o apoio do Conselho Federal da OAB (CFOAB), além de colaborar financeiramente para custear a boa defesa da pernambucana.

“Já acionamos o presidente do nosso CFOAB, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, que se prontificou em agendar uma reunião com o ministro Luiz Alberto Figueiredo Machado, das Relações Exteriores, onde iremos tratar do caso”, destacou o presidente Pedro Henrique. Ele ressaltou, ainda, que a OAB-PE, por meio de sua Comissão de Relações Internacionais, presidida por Frederico de Barros Guimarães, que participou da reunião, entrará em contato com a advogada que representa Karla no Texas, para que ela tenha seu direito assegurado.

Paralelo a essas ações, a presidência da OAB-PE também irá sensibilizar a classe dos advogados para arrecadar fundos a serem usados na defesa de Karla Janine Albuquerque. Quem puder ajudar, pode fazer depósito em nome de Kátia Sarmento Martins de Albuquerque, no Bradesco, Agência 3201-8, Conta Corrente 017.4551-4. Também foi criada uma página no facebook para divulgar o caso. O endereço é Welovekarlamy.

Também participaram da reunião com os familiares da pernambucana presa, a vice-presidente da OAB-PE, Adriana Rocha Coutinho; a presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da OAB-PE, Maria Barbosa da Silva; e representantes da Defensoria Pública.

Fonte: OAB-PE